Raphael

Raphael

Sexta, 29 Setembro 2017 16:13

Sede santos

“Ninguém é suficientemente perfeito, que não possa aprender com o outro e, ninguém é totalmente estruído de valores que não possa ensinar algo ao seu irmão” (São Francisco de Assis).

Com São Francisco aprendemos a construir uma vida de santidade. Pelo batismo somos chamados a ser santos e santas na santidade de Deus. Cada um deve ser santo ou santo do seu jeito, com suas experiências, cultura e valores. Não devemos querer ser como S. Francisco, pois sua experiência foi única. Faz-se necessário aprender com ele, olhar seus exemplos e sua maneira para, depois, construir sua própria maneira de ser...

O problema é que pedimos aos santos que façam por nós, quando deveríamos pedir que eles façam conosco. A intercessão consiste em buscar, pela fé, a ajuda ou patrocínio daquele (a) santo (a) para realizar conosco a missão. São Francisco não é um santo de fazer favores, mas um santo que nos ensina e ajuda a sermos também, santos e santas, pela bênção de Deus.

Tenha um excelente fim de semana!

Frei Paulo Sérgio, ofm

Quinta, 28 Setembro 2017 11:28

Aprendizado

“Uma vida fácil nada nos ensina. No fim, é o aprendizado que importa: o que aprendemos e como nos desenvolvemos” (Richard Bach).

Traçamos nossas vidas pelo poder de nossas escolhas. Quando nossas escolhas são feitas passivamente, quando não somos nós mesmos que traçamos nossas vidas, nos sentimos frustrados. Daí, em alguns momentos, vêm sentimentos ruins e negativos de uma existência vazia e sem sentido. É preciso fazer as escolhas de maneira consciente, com muita reflexão e oração também.

Costumo dizer que nós fazemos as escolhas e elas também nos fazem. Toda dificuldade do caminho estão lá para nos fortalecer, para nos ensinar lições. É necessário aprender as lições do caminho, recomeçar se necessário for, sem perder o sonho, sem perder a esperança. Aprender sempre e desenvolver os dons e as aptidões nos fazem heróis incansáveis...

Abraços terapêuticos,

Frei Paulo Sérgio, ofm

Quinta, 28 Setembro 2017 09:48

CURSO DE ENEAGRAMA

1ª ETAPA DO CURSO DE ENEAGRAMA

INSCRIÇÕES ABERTAS

Segunda, 25 Setembro 2017 15:40

Transformação

“Que a primavera venha leve, suave e calorosa, enchendo de cor o dia-dia e iluminando os corações gelados” (Caio Fernando Abreu).

Enfim o inverno frio e seco passou... E agora a primavera anuncia que chegou o tempo da trans-forma-ação! Este tempo nos convida á uma profunda mudança dentro do nosso SER. E, às vezes, precisamos mudar coisas fora de nós, para que isso aconteça também dentro... Experimente trocar algumas roupas que se ajustaram demais ao seu corpo, quebrar algo com valor afetivo (celebre um ‘dia de Shiva’)...

Bom seria se a primavera acontecesse continuamente dentro da gente, dentro dos nossos corações, florescendo, perfumando, encantando, trasbordando em atos, palavas e pensamentos carregados de alegria, de positividade e de amor. Então é bom começar logo, pois o tempo, como a água, escorre depressa, escapa de nosso controle... O tempo é DOM de Deus!

Abraços terapêuticos e uma abençoada semana!

Frei Paulo Sérgio, ofm

Sexta, 22 Setembro 2017 11:40

Primavera - Recomeço

Ei-la que chega: com poder, luz e transformação! Chega para causar mudança na natureza e dentro de cada um de nós: a primavera! (Frei Paulo Sérgio, ofm).

Levantei bem cedo... Tinha um caminho longo a percorrer. Fui celebrar uma Missa no Mosteiro das Clarissas. Enquanto isso do dia começava a se descortinar... pouca luz... uma manhã nublada... Promessa de uma chuva que inauguraria a primavera... E assim, seguindo o caminho fui ao compromisso... A chuva tão aguardada e desejada ainda não caiu... Ficou a promessa!

A nova estação chegou! E, com ela, toda uma abertura para o novo ou pra o re-começo! Sei que as chuvas virão... Sei que Deus ainda não se cansou de nós... Sei que, apesar de nossa maneira agressiva de viver, destruindo a natureza e matando a vida, DEUS continuará nos abençoando com a primavera e as chuvas!

Feliz Primavera... Feliz tempo novo!

Frei Paulo Sérgio, ofm

Quarta, 20 Setembro 2017 16:33

Cura

“Quando eu estiver contigo no fim do dia, poderás ver as minhas cicatrizes, e então saberás que eu me feri e também me curei” (Rabindranath Tagore).

A cura para os nossos problemas sempre está em nós, fixada na nossa pele, grudada na nossa alma, mas muitas vezes não conseguimos ver. Encontre então algo que lhe acalme a tal ponto que seja possível ver mais de ti nos pequenos detalhes de suas ações...

Temos a capacidade de nos ferir e de nos curar. Já ensinava Hipócrates (460-370 a.C) que a cura de nossas enfermidades está em nós mesmos. O que buscamos fora são os caminhos, as indicações e até os medicamentos; porém, o poder de curar depende do poder de nossa alma e do nosso SER. O divino age em nós, através do Espirito Santo e, como tal, transforma, modifica, liberta e cura!

Abraços terapêuticos,

Frei Paulo Sérgio, ofm

Viva, ame, sonhe e acredite: a Audiência Geral desta quarta-feira (20/09) do Papa Francisco foi diferente. A tradicional catequese deu lugar a uma “conversa imaginária” com um jovem ou com qualquer pessoa aberta ao aprendizado. Retomando o tema das catequeses precedentes – a esperança – o Pontífice inovou ao falar da “educação à esperança”, com uma série de exortações.

A primeira delas é “não se renda às trevas”. O primeiro inimigo a combater não está fora de você, mas dentro. Portanto, não dê espaço aos pensamentos negativos; a luta que conduzimos aqui não é inútil, ao final da existência não nos espera o naufrágio: em nós palpita algo de absoluto. “Deus não desilude. Tudo nasce para florescer numa eterna primavera”, disse Francisco, que citou o diálogo entre o carvalho e a amendoeira. O carvalho pediu à amendoeira que falasse de Deus, e ela floresceu.

E o Papa exortou: “Onde quer que estiver, construa! Se estiver no chão, levante-se! Se estiver sentado, coloque-se em caminho! Se o tédio o paralisa, realize obras de bem! Se estiver desmoralizado, peça que o Espírito Santo possa preencher o seu vazio.”

O Pontífice prosseguiu convidando a atuar a paz em meio aos homens e a não ouvir a voz de quem espalha ódio e divisão. Por mais diferente que sejam, as pessoas foram criadas para viverem juntas: “Ame os seres humanos. Cada criança que nasce é a promessa de uma vida que, mais uma vez, se demonstra mais forte do que a morte”.

“Jesus nos entregou uma luz que brilha nas trevas: proteja-a. Esta única chama é a maior riqueza confiada a sua vida.”

Outra exortação dirigida aos jovens é sonhar: “Sonhe, não tenha medo de sonhar, sonhe um mundo que ainda não se vê, mas que certamente chegará”. Os homens que cultivaram esperanças são também os que venceram a escravidão e promoveram melhores condições de vida sobre a terra.

“Seja responsável por este mundo e pela vida de cada homem.” Toda injustiça contra um pobre é uma ferida aberta. A vida não acaba com a sua existência, neste mundo virão outras gerações.

Outro convite é pedir a Deus o dom da coragem. “O nosso inimigo mais insidioso nada pode contra a fé. Se um dia o medo o tomar, pense simplesmente que Jesus vive em você. Tenha sempre a coragem da verdade”, lembrando-se porém que não é superior a ninguém, levando no coração os sofrimentos de toda criatura.

Cultive os ideais – aconselhou ainda o Papa –; viva por algo que supere o homem. Se errar, levante-se: nada é mais humano do que cometer erros. O Filho de Deus não veio para os saudáveis, mas para os doentes.

“Deus é seu amigo. Aprenda com a maravilha, cultive o estupor. Viva, ame, sonhe, acredite. E, com a graça de Deus, jamais se desespere.”

SOLIDARIEDADE AO POVO MEXICANO

O Papa manifestou sua solidariedade aos mexicanos depois do terremoto de 7.1 graus que atingiu o centro do país. Ao saudar os peregrinos de língua espanhola na Audiência Geral, Francisco disse:
“Ontem, um terremoto terrível assolou o México – vi que há muitos mexicanos entre vocês. Causou inúmeras vítimas e danos materiais. Neste momento de dor, quero manifestar a minha solidariedade e oração a toda a querida população mexicana. Elevemos juntos a nossa oração a Deus por quem perdeu a vida, que o Senhor conforte os feridos, seus familiares e todos os afetados.”

O Papa pediu orações também por todos que trabalham no resgate das vítimas e a proteção de Nossa Senhora de Guadalupe. O tremor foi sentido em 18 municípios, incluindo a Cidade do México, onde edifícios caíram e pessoas estão soterradas. O epicentro foi nos arredores de Axochiapan, no Estado de Morelos, a cerca de 120 km da capital. Segundo o Serviço Nacional mexicano, o terremoto foi registrado a 57 km de profundidade.
Exatamente 32 anos atrás, no mesmo dia um sismo deixou milhares de mortos na capital mexicana.