Raphael

Raphael

Segunda, 04 Dezembro 2017 09:41

Advento

“Que tu virias/ numa manhã de domingo/ eu te anuncio nos sinos das catedrais...” (Alceu Valença).

Eis que o advento se descortina diante de nós... Tempo especial de percorrer caminhos, tempo de saída, tempo de sermos guiados pela estrela de Belém. Tempo de acreditar outra vez na capacidade de evolução da humanidade. Tempo de deixar coisas para trás, de permitir morrer o que já não traz vida dentro de nós... Tempo de reflorescimento, de abertura para o novo!

Se você se dis-por a seguir adiante como os Magos se dispuseram, será capaz de sair de si mesmo para se encontrar com Aquele que te espera em Belém. E, nesse caminhar, poderá fazer encontros transformadores com aqueles (as) que também estarão no caminho... Então alargue o espaço da sua tenda e permita que pessoas estejam sob a sua proteção, cuidado e afeição. Deus costuma fazer morada nas tendas onde a chama do amor está ardendo, aquecendo e iluminando!

Feliz Tempo do Advento e uma excelente semana!

Frei Paulo Sérgio, ofm

Sexta, 01 Dezembro 2017 11:11

Sentimentos

“O amor não se define; sente-se” (Sêneca).

SENTIMENTO é uma maneira profunda de percepção. Ele faz parte do lado direito do cérebro, ligado à intuição, à percepção, à emoção... O amor não se confunde ao sentimento, mas ele pode ser expressado pelo sentimento como uma ação transformadora, que sai de si mesmo para ir ao encontro das pessoas... o AMOR Cristão expressa-se por ações, por um FAZER que nem sempre pode ser medido...

AMOR não sobrevive de teorias, conceitos ou definições. O AMOR é um dom de Deus em nós, uma força transformadora, uma ação que primeiramente, age pra dentro, curando nossas carências e feridas... Depois, ele se manifesta em AÇÕES transformadoras para fora, em favor das pessoas... É a ação do CRISTO em nós e através de nós!

Abraços terapêuticos e um excelente fim de semana!

Frei Paulo Sérgio, ofm

Quarta, 29 Novembro 2017 16:51

Abraço

"Eu te abraço para abraçar o que me falta” (Rubem Alves).

Estamos todos a caminho, buscando a completude e também a plenitude... Em cada abraço sincero encontramos um pouco dessa plenitude, pois no (a) outro (a) encontro aquilo que me falta e, ao mesmo tempo ofereço um pouco de mim... No abraço está algo grandioso, pois é nele que encontramos segurança, apoio, solidariedade e amor...

Na nossa jornada humana precisamos aprender a compartilhar muitas coisas, mas, acima de tudo, compartilhar o tempo e a beleza de cada encontro. Quem proporciona encontros aprendeu a sair de si para estar na dinâmica do outro! E, num abraço, constela-se todo desejo de estar, simplesmente, na acolhida de SER o que somos, sem máscaras ou explicações, sem necessidade de justificativas...

Abraços terapêuticos,

Frei Paulo Sérgio, ofm

Quarta, 29 Novembro 2017 15:14

Escala de Missa do Mês de Dezembro

Segue a Escala de Missa do Mês de Dezembro.

Desejamos a todos um feliz e Santo Natal e um Ano Novo cheio de grandes realizações!!!

Segunda, 27 Novembro 2017 16:05

Metamorfose

“A vida é maravilhosa se não se tem medo dela” (Charles Chaplin).

Precisamos estar dispostos a nos livrar da vida que planejamos, para podermos viver a vida que nos espera. A pele velha tem que cair para que uma nova possa nascer... Isso se chama metamorfose, a capacidade de nos livrar daquilo que não serve mais, para nos revestir do novo, daquilo que vem com toda luz, alegria e felicidade...

ego precisa ser superado, para eclodir a Grande Consciência, a visão mais ampla, a abertura às coisas que não passam... Ir além do ego é a única saída para sairmos do desespero de querer controlar tudo... A vida não nos é dada para ser controlada, mas para ser vivida: em toda sua beleza, em todo seu poder e infinitude...

Tenha uma ótima e abençoada semana!

Frei Paulo Sérgio, ofm

Vaticano, 24 Nov. 17 / 09:00 am .- O Papa Francisco comentou, na Missa celebrada na Casa Santa Marta, um dos evangelhos mais conhecidos: o relato no qual Jesus expulsou os comerciantes do templo e lamentou que muitas vezes as igrejas parecem “supermercados” e não refletem a gratuidade de Deus.

“Quantas vezes, que tristeza, entramos em um templo... Por exemplo, em uma paróquia, em um episcopado, não sei... Entramos e não sabemos se estamos na casa de Deus ou num supermercado”.

“Uma loja, a lista de preços para os sacramentos... falta gratuidade. Deus nos salvou gratuitamente, não nos cobrou nada”, destacou.

Algumas pessoas podem dizer que “é necessário ter dinheiro para manter as estruturas, os sacerdotes, etc...”. “Dá a gratuidade e Deus fará o resto. Deus fará o que falta”.

O Bispo de Roma desejou que as igrejas sejam “igrejas de serviço, igrejas gratuitas”, e se perguntou como purificar o templo de Deus. Ele mesmo respondeu que é com a vigilância, o serviço e a gratuidade. “O mais importante templo de Deus é o nosso coração”, porque “dentro de nós habita o Espírito Santo”. Mas “o que acontece em meu coração?”.

“Aprendi a vigiar dentro de mim para que meu coração seja apenas para o Espírito Santo? Purificar o templo, o templo interior, e vigiar. Fique atento, fique atenta: o que acontece em seu coração?”.

“Quem vem, quem vai... Quais são os seus sentimentos, as suas ideias? Você fala com o Espírito Santo? Escuta o Espírito Santo? Vigiar; estar atentos para o que acontece em nosso templo, dentro de nós”.

O Papa recordou que Jesus “está presente nos doentes, no sofrimento, na fome, no encarcerado”. “E eu me pergunto: sei custodiar aquele templo? Cuido do templo com o meu serviço? Aproximo-me para ajudar, para vestir, para consolar aqueles que precisam?”.

“São João Crisóstomo repreende aqueles que faziam tantas ofertas para decorar, para embelezar o templo, e não cuidavam daqueles que necessitavam. Repreendia-os e dizia: ‘Não, assim não. Primeiro o serviço, depois as decorações’”.

“E quando nós nos preparamos para prestar um serviço, para ajudar, nos assemelhamos a Jesus que está ali dentro”.

Quarta, 22 Novembro 2017 15:48

Um sopro de Deus

“A existência não pode ser forçada a ir de acordo com você; ela flui de seu próprio modo” (Chandra Mohan – Osho).

Estou aprendendo, a duras penas, que a vida não flui como eu gostaria... Estou passando também pela experiência dolorosa da morte do ego, não no sentido de deixar de existir enquanto “gestor da consciência”, mas no sentido que ele possa ocupar somente o lugar dele... A experiência do vazio, da perda de tudo, do não-controle vai acontecendo lentamente...

Não sei onde tudo isso vai dar, mas confesso que não existe outro caminho... O ego precisa morrer para surgir a consciência mais ampliada, a visão mais abrangente e a fé verdadeira... Tenho muitas perguntas e poucas respostas: o que sei é que o caminho está aberto diante de mim e que preciso fazer escolhas, fundamentadas na consciência do meu ser... Parece haver uma LUZ por aí...

Abraços terapêuticos,

Frei Paulo Sérgio, ofm

Segunda, 13 Novembro 2017 15:40

Voe Alto

“Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo” (Ana Jácomo).
 
Não deixe que as pessoas o (a) faça desistir daquilo que você mais quer na vida. Acredite. Lute. Conquiste. Batalhe! A força necessária esta dentro de você. Procure a luz necessária que está em sua alma. Traga a LUZ de DEUS pra dentro de você e ilumine também outras vidas, pois a luz compartilhada tem o poder de expandir...
 
Não importa o tempo que seus sonhos e projetos demorem a acontecer. Acredite em você mesmo e você vai voar alto... E só importa o quão verdadeiro você é. Confie em DEUS e em você mesmo e você vai voar alto... E siga o seu coração e voe alto, o quanto mais alto você puder...
 
Tenha uma ótima semana!
Frei Paulo Sérgio, ofm
Quinta, 09 Novembro 2017 16:39

Compartilhar

“Compartilhar é uma das maiores qualidades espirituais. O milagre é que quanto mais você compartilha sua felicidade, mais você tem” (Osho).

O sucesso pessoal também vai depender com quem você anda, conversa e compartilha seus momentos. O verbo com-partilhar é composto da preposição com mais o verbo partilhar... Então podemos entender que com-partilhar é fazer a experiência de abertura do coração com as pessoas, não reter as coisas e/ou sentimentos, ser capaz de con-fiar, de acreditar numa ação divina que atravessa nossa dor e nossas limitações...

Partilhar com as pessoas, com os amigos, com o terapeuta, com algum líder espiritual ajuda muito na compreensão das coisas e dos dramas vividos. Se você superar a necessidade de querer controlar, segurar ou reter com certeza vai crescer em confiança, na certeza de que a travessia da vida se faz com conquista, com amizades e com muita fé. Se Jesus é meu amigo farei a experiência de Sua presença constante em minha vida...

Abraços terapêuticos,

Frei Paulo Sérgio, ofm